Dolor sit… amém!

“Neque porro quisquam est qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit…”
“Não há quem goste de dor, que a procure e a queira ter, simplesmente porque é dor…”

Quem não conhece as duas famigeradas palavrinhas no início de um texto cego? Quem nunca se perguntou o que significam?

Datado de 1500, o Lorem ipsum se firmou como texto padrão usado por indústrias tipográficas e de impressões, quando um funcionário desconhecido misturou os caracteres de um texto para criar um espécime de livro. Essencialmente inalterado, o texto sobreviveu por nada menos que cinco séculos e ao advento da tecnologia, significando um salto para a tipografia eletrônica.

A popularidade, por sua vez, cresceu na década de 1960, quando o Lorem ipsum foi disponibilizado em Letraset, alcançando mais tipógrafos e editores. A partir dos anos 80, ganhou ainda mais projeção com versões nos programas de publicação como o Adobe PageMaker (Para inserí-lo no InDesign CS3 o caminho é “Type >> Fill with Placeholder Text”).

O uso do texto cego é fundamental para análise de uma mancha gráfica, uma vez que o leitor é constantemente distraído e influenciado pelo conteúdo legível de uma página. Ao contrário de seu rival decadente “nononono”, entretanto, o uso de Lorem ipsum possui a vantagem de uma distribuição mais natural das letras na página. O Lipsum também diminui as chances de algum material para determinar a mancha gráfica ser impresso por engano como produto final (as chances são consideravelmente maiores se utilizado texto na língua materna). Quando se usa um texto cego em português para demarcar a mancha de um livro, corre-se o risco de ter uma tiragem de “Guia das flores” com textos de “A questão da ideologia”, por exemplo.

Origem
Ao contrário da crença comum, o Lorem ipsum não é simplesmente composto de um texto aleatório, Sua origem data de 45 a.C., numa peça de literatura clássica em Latim, como descobriu Richard McClintock, um professor de Latim no Colégio Hampden-Sydney, na Virgínia. O professor procurou uma das palavras mais obscuras (consectetur) numa passagem Lorem Ipsum e, atravessando as cidades do mundo na literatura clássica, descobriu a sua origem. Lorem Ipsum vem das seções 1.10.32 e 1.10.33 do “de Finibus Bonorum et Malorum” (Os Extremos do Bem e do Mal), escrito por Cícero naquele ano. O livro, muito popular durante a Renascença, é um tratado na teoria da ética. A frase “Lorem ipsum dolor sit amet…” aparece em uma linha na secção 1.10.32, na sua versão original “Neque porro quisquam est qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit

Numerosas são hoje as derivações do Lorem Ipsum, algumas contendo trechos propositadamente alterados, com fins de humor ou não seguindo um padrão convencional das linguagens. O Lipsum Generator é hoje o mais confiável dos geradores deste tipo de texto.

Para os interessados, a passagem de Lorem ipsum usada desde 1500:
“Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.”

Taynée Mendes – Renato Tomaz

Anúncios

2 Respostas

  1. Oi Taynée,
    vim, vi e gostei muito do blog. Fico muito contente em ver como há gente interessada no campo.
    Parabéns.
    Voltarei mais vezes e convido você e o leitor a visitar o Ler, escrever e contar.
    Um abraço,
    Aníbal Bragança

  2. […] começar aproveitando o gancho deixado pela Taynée e pelo Renato, sobre a origem do lorem ipsum, esse grande amigo dos diagramadores. Neste site gerador de texto […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: