Reforma ortográfica já ou não?

Eis a questão… Como trabalho há alguns anos com revisão e copidesque, me deparei com uma situação inesperada ao me posicionar no lado inverso da produção editorial: em vez de ser contratada por uma editora para prestar esse serviço (e, assim, receber as regras de revisão da casa), contratei uma profissional para fazer a revisão final de um livro que estou coordenando e bancando o lançamento (aguardem! em breve postarei detalhes sobre esta minha primeira aventura…).
Quando ela me devolveu o original “rabiscado”, fiquei maluquinha ao ver que já havia feito as correções de acordo com a nova reforma ortográfica! Resolvi, de imediato, consultar o “pai dos burros”. Não pensem que se trata do Aurélio ou do Houaiss… E sim do Mário Feijó, nosso grande professor em relação a tudo o que diz respeito a texto. Vejam a resposta dele:

Lá no CCAA os livros estão saindo no novo acordo. Eu escrevi um livro inteiro do único jeito que sei (o antigo) e entreguei. A revisora ajustou tudo. Eu olho e acho esquisito, vou demorar para me acostumar.
A Record está se preparando para a transição, treinando a mão-de-obra. A Moderna está fazendo a mesma coisa. Os livros para 2009 já devem sair atualizados.
Por enquanto, é opcional usar a ortografia nova ou a antiga. O acordo prevê um tempo para transição. Acho que de cinco anos. A tendência é que materiais novos sejam publicados na nova ortografia.
No momento, a pergunta é: o leitor do seu livro vai estranhar a nova ortografia? Usar a ortografia clássica não prejudicará em nada as vendas e agradará mais ao leitor, tenho certeza.
(…) Se estiver falando do livro que você está editando, eu sugiro seguir a ortografia clássica. No CCAA, fui convencido a seguir o novo acordo porque, para um paradidático, ser atualizado com essas coisas é útil para as vendas. Nos seu caso, fará diferença?

Pois bem… Até 2013 (com certeza!), teoricamente, os livros por impulso parecem estar safos dessa correria maluca rumo aos ajustes ortográficos. Mas, levando a questão à revisora, ela me disse que todos os trabalhos que têm feito para editoras de didáticos e paradidáticos estão com a exigência de já serem padronizados na nova ortografia. Isso vai ao encontro ao que o Mário falou sobre a editora do CCAA…

Quanto a mim, continuo na dúvida do que faço… Satisfaço o leitor acostumado com tremas e afins ou mudo logo o texto, visando à economia nas reimpressões? Me vejo numa situação pior que à de Hamlet: mudar ou não, eis a questão!

O que vocês acham? Como tem sido isso na rotina de vocês como estagiários ou profissionais de editoras?

Anúncios

8 Respostas

  1. Primeiro quero dizer que fico muito feliz com sua participação Ana Lucia, bem-vinda!

    Ótimo compartilhar sua experiência, principalmente num caso tão polêmico como o Acordo Ortográfico. Onde trabalho (Record) ainda não há uma posição sobre isso, a Record está, como o Mário falou, ainda treinando os profissionais. Houve até uma palestra com Domício Proença, da CBL.

  2. Oi!
    Sou ex-aluna de PE-Eco, adorei o blog!…

    Então, a minha grande dúvida é: já é oficial o novo acordo? Ao que me consta, faltam ainda as assinaturas (ratificações) dos presidentes de Portugal e Brasil, não? Não que eu ache que eles vão dar para trás agora…

    De qualquer maneira, o que sei é que os livros inscritos para o PNLD-2010 já precisam ter a nova ortografia. Mas para 2009, nada.

    Os minidicionários Aurélio e Houaiss mais atuais já estão “de acordo com o novo acordo”…

    E nós vamos ter muuuito trabalho pela frente, mais ainda!

  3. Primeiro, gostaria de parabenizar a Ana Lúcia pelos posts. É muito bom saber que as pessoas estão se interessando e que esse espaço está cumprindo o seu papel de ser um local de troca, onde alunos, ex-alunos (quem diria que iria reencontrar a Clarissa aqui, ela foi uma das primeiras pessoas que conheci na ECO) e profissionais como o Mário Feijó podem falar sobre suas experiências.

    Quanto a mudança ortográfica estou dividido. Ainda não me acostumei muito bem é verdade, mas ao que parece não é nada muito grave, sobretudo, para quem lida com isso no dia-a-dia. Acho que o tempo de adaptação é necessário para as editoras se organizarem e atualizarem seus livros sem muita correria, mas sem dúvida com muito trabalho.

  4. Comentarei em breve, mas devo manifestar meu luto pelo fim do mais simpático símbolo na nossa língua: o desprotegido trema, que sequer teve um advogado para argüir a seu favor.

  5. Imagino a dificuldade que muitos leitores terão para discernir o para (verbo) do para (preposição)…
    E R. Tomaz, concordo plenamente contigo: o fim do trema foi uma idéia, ops, ideia lamentável.

    Abraço a todos.

  6. Olá, parabéns pelo blog!!!

    Sou ex-aluno de Editoração da Faculdades Integradas Rio Branco e aqui em SP já estão vendendo revistas com as alterações nas bancas 🙂

    Ao meu ver, deixa o mundo girar, as pessoas acostumarem primeiro, depois republica a obra com as alterações.

  7. Oi, eu faço Editoração na ECA, em SP. Não fui pela área do texto e sim mais a da arte, mas tenho minha opinião já, apesar de não ter passado por isso profissionalmente.

    Não gosto da nova ortografia, mas ela está aí e teremos de aderir.
    Acho q mesmo que pensemos no leitor acostumado com tremas, devemos lembrar que se não começarmos por um livro, nenhum outro irá ter a nova ortografia. E depois, em 2013, TODOS terão de ser publicados com ela.

    Eu usaria a nova ortografia e colocaria uma indicação no livro, para deixar claro que alí o leitor pode encontrar alguma “dificuldades” na leitura ^^

  8. Estou adorando toda essa discussão. E não importa de que área sejamos, porque o acordo afeta a todos nós. Como toda mudança, acredito que no início todo mundo estranhe, principalmente quem já viveu escrevendo de um jeito e, de repente, tem que mudar. Mas depois, nos acostumamos. E se for pra facilitar o diálogo com os nossos “irmãos”, é sempre bem-vindo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: