Falcatruas pela resenha

Luíz Nassif é um jornalista mineiro, que andou falando demais. Foi destaque numa publicação não muito recente da Caros Amigos, ao exemplo de José Arbex Jr., que resolveu escancarar o processo de industrialização da notícia na Folha de São Paulo (ver em Showrnalismo, a notícia como espetáculo, Editora Casa Amarela, p.292), Nassif desarticulou negociatas e influências na revista VEJA.

Dentre elas não escapou a tal lista dos mais vendidos de VEJA, e as resenhas na seção LIVROS, ambas conhecidas no mercado como processos de avalanches de vendas. Embora todos saibamos da ideoneidade de VEJA (?) sua reputação como uma das principais mídias do Brasil e, principalmente, por reproduzir (induzir) a opnião pública da classe média e alta do país. Nassif diz algo sobre os editores da seção livros, negócios envolvendo a Saraiva e a Editora Record. Dentre os citados estão Diogo Mainardi, Jardim e Sabino. Vale a pena ler e discutir ética em produção editorial e jornalismo: http://luis.nassif.googlepages.com/osmaisvendidos

Anúncios

2 Respostas

  1. Sempre desconfiei dessa lista dos mais vendidos da veja…

  2. É a Veja, afinal. Por que a lista seria a única coisa confiável na revista?

    Ao menos, é mantida toda a coerência editorial: tendenciosa da capa ao último anúncio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: