Produção Editorial na América do Sul – V Editor em Ação

No quarto dia do V Editor em Ação, a produção editorial na América do Sul foi apresentada sob a ótica de três editores sul-americanos: Damián Tabarovsky, da Interzona Editorial (Argentina); Gustavo Mauricio García, da Icono Editorial (Colômbia) e Paulo Werneck, da Cosac Naify (Brasil). A mesa foi mediada pelo professor Paulo Roberto Pires.

As três palestras tiveram foco nas editoras independentes, principalmente na definição de Gustavo Mauricio García de que “a independência é muito mais que financeira, é um independência de conteúdo”. Cada palestrante apresentou temas tão ricos e variados que esta quarta mesa será dividida em três postagens.

No fim, os editores ampliaram o debate direcionado pelas perguntas dos presentes e trataram de temas como a importância da Internet para estas editoras de pequeno porte, a questão dos livros infantis, os números que marcam o sucesso do livro destes países, a pirataria e as questões de copyright e copyleft. Sobre este último assunto, Paulo Werneck mostrou preocupação com as pessoas que vivem de trabalho intelectual, ao discutir à crítica ao copyright, e levantou uma questão importante: “por que ninguém nunca discute a criação de bibliotecas públicas?”.

Confira aqui as postagens: Damián Tabarovsky, Gustavo Mauricio García e Paulo Werneck.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: