Os livros na conjuntura da crise

 Rosely Boschini*

Nas crises econômicas como a atual, a indústria da cultura, na qual se incluiu o setor editorial, pode ser mais duramente afetada do que outros segmentos. O problema tende a ser mais acentuado nas nações emergentes e nas que se encontram em desenvolvimento, de modo proporcional ao que se observa em tempos de vacas gordas. Afinal, as taxas históricas do nível de emprego e inclusão social têm efetiva congruência com os índices de leitura. O brasileiro lê, em média, 4,7 livros por ano. Na Alemanha, por exemplo, são 6,3 volumes por habitante/ano; na França, sete; na Itália, cinco; e nos Estados Unidos, 8,2.

É natural que um povo que ganha mais compre mais livros, assim como bens de consumo de um modo geral. Embora haja muita verdade nesta análise, não se pode ignorar que o nível de desenvolvimento das nações guarde estreita relação de causa-efeito com a cultura, a informação e o conhecimento. Assim, neste momento de adversidade macroeconômica, é imprescindível multiplicar os esforços voltados a estimular a indústria cultural e os livros, em particular, considerando seu significado para a democratização das oportunidades e a prosperidade socioeconômica do País. Em síntese, a crise não pode interromper ou abalar de modo grave o avanço da leitura e o acesso aos bens da cultura. Ler o artigo completo.

 *Rosely Boschini, da Editora Gente, é presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL).

Anúncios

2 Respostas

  1. […] segmentos. O problema tende a ser mais acentuado nas nações emergentes e … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

  2. […] qual se incluiu o setor editorial, pode ser mais duramente afetada do que … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: