No peito a saudade cativa faz força pro tempo parar

Mereciam um debate à parte as experiências e inovações que a TV Cultura vem testando e implementando de forma inovadora no Brasil, avançando muito em relação às demais emissoras que aparentam ter mais preocupações de ordem técnica (especialmente qualidade da imagem nessa época de conversores digitais). Apenas para não passar em branco, fica a irônica observação de que os investimentos em qualidade à Blue-Ray se dão justamente quando os prováveis espectadores estão mais e mais acostumados às exibições de vídeo pela Internet.

E justamente na Web que está o resultado de uma parceria entre a Fundação Padre Anchieta, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), por meio de seu Laboratório de Estudos Avançados de Jornalismo (Labjor) e Núcleo de Estudos de Políticas Públicas (NEPP). O projeto disponibiliza as transcrições integrais de algumas das entrevistas realizadas pelo Roda Viva e a cada semana novas entrevistas são acrescentadas, até que estejam disponíveis todos os programas desde 1986. Além dos textos, encontram-se no site um pequeno vídeo e alguns verbetes explicativos.

Como pode-se constatar no blog, através da seção Nosso Meio na Mídia, não faltam escritores e debates literários no programa. Para facilitar o acesso, está separada aqui (em ordem alfabética) a maioria das entrevistas relacionadas a escritores, livros e literatura.

 

Adolfo Bioy Casares (1995) Amós Oz (2007) Asne Seierstad (2007) Beatriz Sarlo (2007) Carlos Fuentes (1997) Carlos Heitor Cony (1996) DBC Pierre (2006) David Zingg (1994) Domenico de Masi (1998) Fernando Sabino (1989) Ferreira Gullar (2001) Gerald Thomas (1988) Gianfrancesco Guarnieri (1991) Gilberto Gil (1996) Jô Soares (1998) Jorge Mautner (2000) José Saramago (1992) José Ramos Tinhorão (2000) José Wilker (1996)

 

Kenneth Serbin (2002 Laura Kipnis (2006) Lawrence Wright e Robert Fisk (2007) Leonardo Boff (1997) Lygia Fagundes Telles (1996) Marcelo Rubens Paiva (1997) Millôr Fernandes (1989) Mourid Barghouti (2007) MV Bill (2005) Nelson Motta (1995) Ondjaki (2007) Roberto da Matta (1999) Rosa Montero (2006) Rubem Alves (2003) Ruy Castro (2006) Sérgio Cabral (1997) Tariq Ali (2006) Ziraldo (1999)

 

Para ter acesso aos demais programas, acesse o portal Memória Roda Viva.
E eis que chega a Roda Viva e carrega o destino pra cá…

Anúncios

Nosso meio na mídia II

O programa Roda Viva desta noite convida a jornalista e escritora irlandesa Samantha Power. Além da notoriedade como assessora política internacional do senador Barack Obama, a jornalista trabalhou como correspondente nos conflitos da Iugoslávia, Sudão, Ruanda e Timor. Como escritora recebeu o prêmio Pulitzer pelo livro Genocídio – A Retórica Americana em Questão (Companhia das Letras, R$91), no qual questiona as poucas providências dos EUA para impedir massacres no mundo. Recentemente lançou em português O homem que queria salvar o mundo (Companhia das Letras, R$48), uma biografia do carismático diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, morto em 2003 vítima de um atentado terrorista no Iraque. O programa Roda Viva começa às 22h10 na TV Cultura.

Nosso meio na mídia I

Mulher, africana, perseguida, renegada pela família, ameaçada de morte, exilada política. Daria um livro. E deu, dois. A escritora Ayaan Hirsi Ali é a convidada do programa Roda Viva desta segunda-feira (18/08) e fala sobre o islamismo da atualidade, denuncia os maus tratos que sofrem as mulheres muçulmanas, entre eles a mutilação da qual foi vítima – elementos dos seus livros.

Infiel – a história de uma mulher que desafiou o Islã (Companhia das Letras, R$ 39) é uma autobiografia na qual Ali narra desde os tormentos da sua infância nos moldes tradicionais mulçumanos à militância política cercada de seguranças no Estados Unidos, passando pelo exílio e eleição para o parlamento neerlandês.

A Virgem na Jaula – um apelo à razão (Companhia das Letras, R$ 32) é resultado da convivência com outras vítimas de maus tratos sob o jugo do Islamismo. O livro apresenta uma crítica não apenas aos costumes mulçulmanos, mas também ao multiculturalismo e tolerância execissava com que o Ocidente trata este casos.

A entrevista com Ayaan Hirsi Ali será transmitida às 22h10 (horário de Brasília) na TV Cultura. Os bastidores da entrevista podem ser vistos clicando aqui.